Arte e Arquitetura


Ferias_CAPC_Arte_Arquitectura

 

O programa de férias CAPC – Arte e Arquitetura destina-se a crianças dos 6 aos 10 anos. Pretende-se sensibilizar e estimular o interesse pelo mundo da arte, arquitetura e urbanismo, valorizando o espírito crítico e a criatividade. Ao despertar a curiosidade, as atividades que propomos contribuirão para que os futuros cidadãos das nossas cidades vivam e transformem conscientemente e de forma criativa o meio urbano que os rodeia. Visitas de estudo, cursos e várias oficinas serão oferecidos aos participantes, de forma que se aproximem do mundo da arte e dos segredos da construção das casas e transformação das cidades.

 

 

Datas: de 23 a 27 de julho de 2018
Horários: 09h30–17h30
Inscrições e informações: 910 787 255 | geral@capc.com.pt (até 18 de julho) Numero de participantes: mínimo 5 | máximo 10 Idades: dos 6 aos 10 anos
Preço: 65 €

 

 

 

PROGRAMA ***

 

23 DE JULHO

 

Manhã

 

Visita: Descoberta da exposição e dos espaços do CAPC.

Discussão: A arte e a obra de arte. Singularidade e reprodução.

A arquitetura do espaço de exposições. Função e forma. Explorar os domínios da arte e da Arquitetura. Os usos e os programas que uma cidade oferece aos seus moradores e visitantes. Cidade: para quem?

 

Exercício prático: Desenho de edifícios, equipamentos e habitantes da cidade.

 

Tarde

 

Exercício prático: A partir dos elementos criados na parte da manhã, explorar a noção de composição. Discussão: A importância da cor, da luz, da escala, da geometria e do volume, e suas possibilidades criadoras.

O papel do artista e do arquiteto na sociedade.

Exercício prático: Explorar o movimento do corpo no espaço através de diferentes abordagens: expressão corporal, dança, projeção, modelação, maquete humana.

Discussão: Compreender o espaço que um corpo ocupa, parado ou em movimento. De que forma a arquitetura responde às necessidades e às condicionantes do corpo humano. A projeção como leitura e desenho (no chão e nas paredes) de perfis, plantas e alçados.

 

24 DE JULHO

 

Manhã

 

Discussão: A evolução e transformação das cidades. Introdução de diversos conceitos: geografia, materiais de construção, tecnologia, cultura, proximidade, mistura, partilha, diversidade, tolerância.

Programas arquitetónicos e usos.

Necessidades, experiências, planeamento.

Mobilidade (meios de transporte, circulação) e referências urbanas (elementos marcantes, bairros).

Exercício prático: A partir de mapas atuais e antigos de Coimbra, fazer uma leitura e análise da evolução e transformação da cidade.

 

Tarde

 

Visita:

Visita de estudo entre a Alta e a Baixa da cidade, alertando para os diversos elementos que compõem uma cidade e a forma como eles se relacionam. Descobrir o património e sensibilizar para as noções de conservação, restauro, reabilitação, reutilização, revitalização, espaço público, acessibilidade, comunidade, participação e cidadania.

 

25 DE JULHO

 

Manhã

Exercício prático: Familiarização com as ferramentas de representação utilizadas pelos arquitetos e artistas. Realização de exercícios simples de desenho técnico e desenho à mão levantada. Discussão: As diferentes técnicas do trabalho produzido pelo arquiteto e pelo artista. A cidade ideal e/ou imaginária. Introdução ao exercício da maquete. Condicionantes, necessidades, desejos.

 

Tarde

 

Exercício prático:

Criação da base da maquete, definição das actividades, programas e usos. Desenho urbano, de edifício e criação de personagens.

 

26 DE JULHO

 

Manhã

 

Exercício prático:

Construção da maquete (continuação). Tarde Exercício prático: Construção de um teatro de marionetas acerca da evolução e transformação das cidades e a sua relação com a arte e a cultura. Criação do argumento e desenvolvimento da peça.

 

27 DE JULHO

 

Manhã

 

Exercício prático:

Análise e projeto de intervenção artística nos jardins do CAPC.

 

Tarde

 

Exercício prático:

Continuação e conclusão dos exercícios anteriores e apresentação da maquete e do teatro aos encarregados de educação.

 

* Para algumas atividades, poderá ser pedido aos participantes que tragam algum tipo de material (por exemplo, embalagens ou materiais que possam ser reciclados e reutilizados).

 

** Caso as crianças tenham alguma necessidade especial de alimentação ou alergia, agra-

dece-se que a equipa seja informada antes do início da semana de atividades.

 

*** O programa poderá sofrer pequenas alterações justificadas por questões climatéricas ou

outras.

 

Formadoras

 

Leticia do Carmo

Mestre em Arquitetura e doutorada em Sociologia Urbana, morou em diferentes cidades de vários países, onde aprendeu outras línguas e culturas. Interessa-se pelas transformações e dinâmicas urbanas e culturais atuais, colaborando com diversos centros de investigação. Desenvolve e participa em projetos de mediação pedagógica para crianças, de sensibilização sobre a arquitetura e as cidades. Faz também projetos de ilustração, fotografia, artes plásticas e teatro de marionetas.

 

Catarina Leal

Mestre em Arquitetura e Artes Plásticas, morou em diferentes cidades de vários países, mas foi em Lausanne, na Suíça, que conheceu Letícia do Carmo — um encontro proporcionado pelas áreas de interesse em comum: cidade e arquitetura, artes plásticas, teatro e performance. Faz parte da equipa de produção do Círculo de Artes plásticas de Coimbra e desenvolve trabalhos no domínio da arquitetura e da arte.